MENU

AVE MARIA

Ave-Maria, cheia de graça! O Senhor é convosco Bendita sois vós entre as mulheres e Bendito é o Fruto do vosso ventre, Jesus Santa Maria Mãe de Deus, rogai por nós os pecadores, agora e na hora de nossa morte. Amém

Menu Deslizante

Páginas

OLÁ!

http://img1.picmix.com/output/pic/original/1/8/8/9/3899881_962d3.gif


segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

O SOCORRO DE NOSSA SENHORA ESTÁ VINDO

Nós estamos prontos para recebê-lo?

Procissão das velas em Lourdes

Nossa Senhora há de nos socorrer. A expressão em parte é verdadeira, e em parte é falsa. Pois na realidade Ela já começou a nos socorrer.
A definição dos dogmas da Imaculada Conceição e da infalibilidade papal, a renovação da piedade eucarística, tiveram seu prosseguimento nos fastos mariais dos pontificados subsequentes a São Pio X.
Nossa Senhora apareceu em Fátima sob Bento XV. Precisamente no dia em que Pio XII era sagrado Bispo, 13 de maio de 1917, deu-se a primeira aparição. Sob Pio XI, a mensagem de Fátima se foi espraiando suave e seguramente por toda a terra.
Nessa mesma ocasião, o 75º aniversário das aparições de Lourdes foi festejado pelo Sumo Pontífice com invulgar júbilo, tendo ele delegado o então Cardeal Pacelli para o representar nas festividades.
O pontificado de Pio XII se imortalizou pela definição do dogma da Assunção e pela Coroação de Nossa Senhora como Rainha do Mundo.
Nesse pontificado, o Emmo. Cardeal Masella, tão caro aos brasileiros, coroou em nome do Papa Pio XII a Imagem da Santíssima Virgem em Fátima.
São outras tantas luzes que, da gruta de Massabielle à Cova da Iria, constituem um fio brilhante.
E este artigo se detém em Fátima. Nossa Senhora delineou perfeitamente, em suas aparições, a alternativa. Ou nos convertemos, ou um tremendo castigo virá.
Veio a conversão? É só olhar em volta...

POR QUE A SEMANA SANTA MUDA DE DATA TODOS OS ANOS?

Uma pergunta que todo católico precisa saber responder

Como é importante para os cristãos celebrar, viver e prolongar na vida a presença real do Senhor na liturgia! A liturgia permite celebrar os mistérios da vida de Jesus ao longo do ano, tendo sua ressurreição como eixo. Esse ano é conhecido como ciclo ou ano litúrgico.

O ano litúrgico é regulado entre a data móvel da Páscoa (segundo o ciclo lunar) e seu início, também móvel, relacionado com o Natal.

O Natal é celebrado durante o solstício de inverno do hemisfério norte (segundo o ciclo solar), convertendo a celebração popular pagã do nascimento do sol invicto na celebração do nascimento de Jesus.

sábado, 27 de fevereiro de 2016

SÍNODO DA FAMÍLIA:as trevas tentam envolver a família cristã glorificada em Lourdes

A Sagrada Família: modelo arquetípico e perfeito da família hoje atacada. Nicolás Rodríguez Juárez (Mexico, 1667-1734). Los Angeles County Museum of Art

A atmosfera que cercou o dogma da Imaculada Conceição e as graças que vieram com Lourdes pouco mais ou menos até nossos dias é contraditada por muita coisa que se pode ver hoje. Aliás, muito infelizmente.
A família está sendo atacada, desmoralizada, achincalhada com formas perversas de “casamento” e de uniões mal chamadas de “família”.
E até no Sínodo da Família que deveria defender a pureza do lar e da unidade matrimonial, altas vozes propõem fórmulas que degradam esse reduto sagrado que só a família bem constituída pode erigir e manter.
Em Lourdes, Nossa Senhora veio confirmar para Santa Bernadette, e por meio dela à Igreja toda: “Eu sou a Imaculada Conceição”.

ORAÇÃO PELO MEU MARIDO

Para rezar com fé e serenidade

Senhor, Tu que conheces os corações
e o que há no profundo de cada alma,
hoje quero orar pelo meu esposo,
o homem a quem amo,
o homem a quem escolhi graças a Ti
para que fosse meu companheiro
e meu melhor amigo,
aquele a quem preferi e escolhi
entre as páginas da minha vida.

O INIMIGO DA VIDA DE ORAÇÃO

Há uma grande escolha na vida cotidiana de oração: é a leviandade, a inconstância natural do homem.

Essa inconstância tem a sua origem na inteligência e engendra, quando não combatida, a apatia da vontade e termina infalivelmente na tibieza.

O espírito leviano é oposto ao espírito refletido. A inteligência superficial não permite à ideia penetrar em si e aí deitar raízes. Além disso, como está completamente coberta pelos matos dos pensamentos vãos, das preocupações fúteis e dos apegos às coisas criadas, a semente da graça, apenas recebida, é logo sufocada.

Uma alma leviana vive na superfície das coisas. Mesmo durante a oração, não reflete, não penetra a verdade proposta, não se prende à consideração das coisas do além.

Nunca foi tocada pelas máximas do Evangelho, pelas perfeições de Deus, pelos direitos imprescritíveis de seu soberano domínio, pelos pensamentos salutares dos santos.

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016

SANTA BERNADETE FIGIA DOS QUE QUERIAM VÊ-LA

Capela do convento. Aqui pode se ver o corpo de Santa Bernadete.

No hospital de Lourdes como pupila e mais tarde no convento de Saint-Gildard em Nevers, como religiosa, Santa Bernadete trabalhou na enfermaria.
O trabalho lhe aprazia, pois atendia a seu profundo desejo de se consagrar aos mais pobres e desvalidos.
Tanto no hospital de Lourdes quanto no convento de Nevers a Santa não pôde evitar inteiramente as visitas mais categorizadas que queriam conhecê-la.

Ela escapulia dos compromissos quanto podia sem violar a obediência e o respeito. Muitas vezes,porém, tratava-se de bispos aos quais não podia evitar.

ORAÇÃO PARA PEDIR A ARMADURA DE DEUS

“Tomai, portanto, a armadura de Deus, para que possais resistir nos dias maus e manter-vos inabaláveis no cumprimento do vosso dever.” (Ef 6,13)

Pai Celeste, eu agora, pela fé, clamo a proteção da Vossa Armadura para que eu possa permanecer firme contra Satanás e todas as suas hostes e, Nome do Senhor Jesus, vencê-las.

Eu tomo a Vossa Verdade contra as mentiras e os erros do inimigo astucioso.

Eu tomo a Vossa Justiça para vencer os maus pensamentos e as acusações de Satanás.

Eu tomo o Equipamento do Evangelho da Paz e deixo a segurança e os confortos da vida para combater o inimigo.

E, acima de tudo, eu tomo a Vossa Fé para barrar o caminho da minha alma às dívidas e incredulidades.

Eu tomo a Vossa Salvação e confio em Vós para proteger meu corpo e minha alma contra os ataques de Satanás.

Eu tomo a Vossa Palavra e oro para que o Espírito Santo me capacite a usá-la eficazmente contra o inimigo, a cortar toda escravidão e a libertar todo cativo de Satanás, no poderoso e conquistador Nome de Jesus Cristo, meu Senhor.

Eu me visto desta armadura, vivendo e orando em completa dependência de Ti, bendito Espírito Santo. Amém.

Por:  Felipe Aquino

Fonte: Aleteia

MARIA SANTÍSSIMA: - A Maçonaria dominará o mundo nos séculos XIX e XX''

AS PROFECIAS DE NOSSA SENHORA EM BONSUCESSO.

Entre 1588 e 1634, Madre Mariana de Jesus Torres foi agraciada com sete aparições da Virgem Maria. Quando dessas aparições, a Virgem Maria declarou à Madre Mariana uma série de acontecimentos situados nos séculos XIX e XX, e dizendo respeito, sobretudo, à crise na Igreja desta época. Madre Mariana de Jesus Torres morreu em 12 de dezembro de 1634, no dia que lhe tinha sido anunciado pela Santíssima Virgem. Desde então, numerosos peregrinos vêm rezar nesse lugar. Eis um trecho das palavras da Virgem durante a terceira aparição, que ocorreu no dia 16 de janeiro de 1599:

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2016

POR QUE SEMPRE HÁ UM CRUCIFIXO NOS ALTARES?

Uma pergunta que todo católico precisa saber responder

No centro da ação litúrgica da Igreja, está Cristo e seu mistério pascal. Portanto, a celebração litúrgica deve tornar evidente esta verdade teológica. E, desde quase sempre, o símbolo escolhido pela Igreja para a orientação do coração e da mente do cristão durante a missa ou a liturgia é a representação de Jesus crucificado.

O crucifixo é o principal elemento sobre o altar, porque a missa é o santo sacrifício, memorial da paixão, morte e ressurreição do Senhor.

Antigamente, a liturgia prescrevia o costume de que tanto o sacerdote quanto os fiéis se posicionassem na direção do crucifixo durante a missa. O crucifixo era colocado no centro do altar (que naquela época ficava ligado à parede).

O QUE NOS IMPEDE DE CONFIAR EM DEUS?

Confiar-em-DeusVocê anda inquieto e preocupado demais com as necessidades da vida? Pare e leia esta mensagem!

Jesus exigia confiança Nele. Há muitas passagens nos Evangelhos onde Ele recrimina os Apóstolos e outras pessoas por não confiarem Nele plenamente. Ele exigia isso para fazer os milagres. Diante daquela mulher que tinha uma hemorragia contínua ele disse: “Tem confiança, minha filha, tua fé te salvou. E a mulher ficou curada instantaneamente” (Mt 9, 22). Após acalmar aquela tempestade no mar da Galileia, Ele perguntou aos discípulos: “Por que este medo, gente de pouca fé?” (Mt 8,23). Em sua cidade, Nazaré, diz o evangelista São Mateus que “por falta de confiança deles, operou ali poucos milagres” (Mt 13,58).

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2016

ORAÇÃO PODEROSA!

Veja o poder que uma única Ave-Maria tem:

Virgem Santíssima com o Menino Jesus. 

O Bem-aventurado João Haroldo narra a história de um homem que vivia continuamente em pecado mortal.
Sua mulher, pessoa de angélica piedade, não podendo conseguir que ele mudasse de vida, obteve, à força de pedidos e súplicas, que rezasse uma Ave-Maria cada vez que encontrasse na estrada uma imagem da Santíssima Virgem.
Mais por agradar do que por devoção, aquele desgraçado prometeu e cumpriu sua promessa.

MARIA, IMAGEM PERFEITA DA BELEZA DE DEUS

A Virgem Maria é a imagem mais perfeita e acabada da beleza de Deus.

Na Santíssima Virgem Maria resplandecem os imperativos mais altos de beleza física, moral e espiritual, reflexos da beleza insondável de Deus, encontrados em uma simples criatura. Desde os primórdios, a Igreja venera as imagens sagradas da Santíssima Virgem Maria como o ícone mais perfeita de Deus. Em Nossa Senhora resplandece de modo inigualável a beleza da Santíssima Trindade. Se na humanidade, homem e mulher, temos a plenitude da obra da criação, na Virgem Maria temos a plenitude da humanidade, a pessoa humana mais bela que existiu e jamais existirá outra igual1. A princípio, pode parecer certo exagero ou piedade mal fundamentada a exaltação da beleza da Santa Mãe de Deus. No entanto, esta beleza inigualável da Virgem Maria diz respeito todos nós, a toda a humanidade, a criação, mas principalmente a Deus.

A Virgem Maria é a imagem mais perfeita e acabada da beleza de Deus.Nossa Senhora dos Anjos

No princípio, “Deus disse: façamos o homem à nossa imagem e semelhança” (Gn 1, 26). Este homem simboliza a humanidade, que foi criada como reflexo, imagem e semelhança, da beleza de Deus. Depois de terminada toda a criação, inclusive o homem e a mulher, “Deus contemplou toda a sua obra, e viu que tudo era muito bom” (Gn 1, 31).

domingo, 21 de fevereiro de 2016

JEJUM: D ADIANTA NÃO COMER CARNE, SE VOCÊ DEVORA SEU IRMÃO?

Uma grande lição para esta quaresma: se você faz jejum, demonstre isso com suas obras

Jejum

São João Crisóstomo ensina:

“A honra do jejum consiste não na abstinência da comida, mas em evitar as ações pecaminosas; quem limita o seu jejum apenas à abstinência de carnes o desonra. Praticas o jejum? Prova-me por tuas obras! Perguntas que tipo de obras?

Se vires um inimigo, reconcilia-te com ele!
Se vires um amigo tendo sucesso, não o inveje!
Se vires uma mulher bonita, passe sem olhar!
Que não apenas a boca jejue, mas também os olhos, e os ouvidos, e os pés, e as mãos, e todos os membros de nossos corpos.
Que as mãos jejuem sendo puras da avareza e da rapina.
Que os pés jejuem, deixando de caminhar para espetáculos imorais.
Que os olhos jejuem, não se detendo sobre feições belas, ou se ocupando de belezas exóticas.

CINCO COISAS QUE VOCÊ DEVE SABER SOBRE A QUARESMA!

Tempo da Quaresma, tempo de penitência e conversão!


A Quaresma é um tempo litúrgico em que por 40 dias dedicados pela Igreja  à oração e à penitência, para o fiel preparar-se verdadeiramente para a Semana Santa.

Estes são cinco pontos que deve saber sobre a Quaresma:

1 – Oração, mortificação e caridade: as três práticas de piedade

A oração é uma condição indispensável para se louvar, agradecer, pedir perdão e pedir o auxílio de Deus.

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2016

ENSINE ÀS CRIANÇAS O VALOR DAS COISAS, NÃO O PREÇO

Se não somos felizes com o que temos, também não seremos com o que nos falta

Ensine as crianças a serem felizes, não a serem ricas. Faça-as saber que o valor de uma pessoa não está no que ela tem ou deixa de ter do lado de fora, mas no que ela tem por dentro. Ensine-as a desenvolver boas estratégias e habilidades que as ajudem a compreender quem elas são no mundo.

Essa educação em valores e em emoções apoiará seus sucessos como pessoas e como sociedade. Assim, se uma criança sabe estabelecer limites e respeitar a si mesma, saberá fazer o mesmo com os demais.

Por isso, se quisermos colher, teremos que semear o campo e tentar evitar dar valor ou protagonismo a alguma coisa sem fazer valer princípios moralmente adequados.

DEUS CRIOU O MAL DO MUNDO?

Um breve vídeo responde esta pergunta de uma vez por todas



Uma versão mais completa deste episódio, para nossa reflexão:

“Deus criou tudo?”
Perguntou novamente o professor.
“Sim senhor”, respondeu o jovem.

O professor respondeu,
“Se Deus criou tudo, então Deus fez o mal? Pois o mal existe, e partindo do preceito de que nossas obras são um reflexo de nós mesmos, então Deus é mau?”

O jovem ficou calado diante de tal resposta e o professor, feliz, se regozijava de ter provado mais uma vez que a fé era um mito.

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2016

QUAL É A ORIGEM DA QUARESMA?

A Igreja sempre observou um período de oração, jejum e esmola, ainda que a Quaresma, como é conhecida hoje, sofreu modificações ao longo dos séculos

A palavra “Quaresma” vem do latim “Quadragesima”, em referência ao “quadragésimo dia” antes da Páscoa. Nos idiomas de origem germânica, são utilizados derivados do termo “Lencten” (primavera).
Nos idiomas provenientes do Latim, o termo para designar este tempo de preparação para a Páscoa é “quadragesima”. Por exemplo, em espanhol é “Cuaresma”, em português, “Quaresma”, em francês, “Carême”, e em italiano, “Quaresima”.
Nos idiomas de origem germânica, incluído o inglês (“Lent”), o nome dado à Quaresma vem de “Lencten”, que significa “primavera”.

A QUARESMA DA MISERICÓRDIA COM MARIA

Vivamos esta Quaresma do Ano da Misericórdia com a Virgem Maria, a Mãe da Misericórdia.

Nesta Quaresma do Ano da Misericórdia, somos chamados a considerar o abismo infinito da misericórdia de Deus e, ao mesmo tempo, a grandeza da nossa miséria, sob o olhar materno da Santíssima Virgem Maria. Pois, Deus manifestou o seu amor pelo homem, a sua misericórdia infinita para com a humanidade, enviando seu Filho unigênito ao mundo através de Nossa Senhora. A este respeito, a própria bem-aventurada Virgem Maria disse a Santa Brígida: “Eu sou chamada Mãe de misericórdia e, na verdade, o sou, porque assim o quis a bondade de Deus”1. No entanto, a Mãe de Deus não se limita em ser a Porta da Misericórdia, através da qual a misericórdia de Deus entrou no mundo. Mas, ela foi constituída, pela Misericórdia de Deus, como advogada para a nossa defesa, por que o Senhor quer salvar todos.

Vivamos esta Quaresma do Ano da Misericórdia com a Virgem Maria, a Mãe da Misericórdia. Nossa Senhora, Mãe e Rainha da Misericórdia

Em vista dessa sua missão no desígnio salvífico de Deus para a humanidade, “desgraçado [privado da graça], acrescentou a Virgem, e eternamente desgraçado, será aquele que, podendo recorrer a mim, que sou misericordiosa e benigna, não procura o meu auxílio e se condena! Tememos, acaso, diz São Boaventura, que Maria nos negue o socorro que lhe pedimos?…

FIZ O SACRIFÍCIO DE LOURDES. Verei a Virgem no céu” (1871-1876)

Material para fazer hóstias usado por Santa Bernadette no convento de Nevers.Material para fazer hóstias usado por Santa Bernadette no convento de Nevers.

1872
Agosto

Irmã Eudoxia Chatelain:
Bernadete tinha uma devoção especial por São José, o que me deixava um pouco impressionada, já que ela era a filha privilegiada de Nossa Senhora. Um dia, eu a ouvi dizer: “Vou fazer uma visitinha a meu pai”. Era São José: ela ia sempre rezar para ele na capela.
Dizia: “Amem muito o Senhor, minhas filhas. Nisso está tudo”.

SETE RESPOSTAS A SETE OBJEÇÕES SOBRE O TERÇO

Repetir as orações do terço equivale a repetir a alguém que você o ama

É interessante constatar como cada vez mais pessoas rezam o terço, e não somente as católicas: também membros de outras confissões religiosas estão descobrindo a riqueza desta oração. E muitos devem sua conversão ao santo rosário.
No entanto, também existem os que não o rezam porque têm objeções. Então, aproveitando o mês de outubro, que é o mês do rosário, vale a pena responder a algumas dessas objeções:

1. O terço não está na Bíblia
Claro que está! Certamente, não como o conhecemos hoje, mas todas as orações do terço e os mistérios que meditamos têm sua origem na Bíblia. Não foi por acaso que o Papa João Paulo II chamou o terço de “compêndio do Evangelho”.

ORAÇÃO MENTAL OU ORAÇÃO VOCAL?

Será que uma é melhor que a outra? Como viver cada tipo de oração em profundidade?

Man Praying - pt

Quando você pensa em Deus e lhe diz coisas íntimas, só com o pensamento e os sentimentos do coração, está fazendo “oração mental”.

Quando você, na Missa, reza com todos os participantes as orações litúrgicas (“Confesso a Deus todo-poderoso…”, “Glória a Deus nas alturas…”, “Cordeiro de Deus…”); quando reza o Terço; quando reza o Pai-nosso e a Ave Maria em vários momentos do dia, está fazendo “oração vocal”.

Jesus amava e praticava esses dois tipos de oração, e nos ensinou a amá-los e a praticá-los. Basta lembrar o seguinte:

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2016

QUARESMA: TEMPO DE PENITÊNCIA E CONVERSÃO

A Quaresma é um tempo da oportuno para a penitência e a conversão, através de três práticas de piedade: o jejum, a esmola e a oração.

Na Quaresma, mais do que em outros tempos, somos chamados à penitência interior, como nos indicam a Sagrada Escritura e os Padres da Igreja, especialmente através do jejum, da esmola e da oração, que exprimem a conversão, em relação a nós mesmos, aos outros e a Deus. Se em suas diversas aparições, especialmente em Fátima, Nossa Senhora nos pediu insistentemente que fizéssemos penitência, muito mais as devemos fazer neste tempo propício que é a Quaresma, justamente no Ano Santo da Misericórdia.

A Quaresma é um tempo da oportuno para a penitência e a conversão, através de três práticas de piedade: o jejum, a esmola e a oração.

No decorrer do Ano Litúrgico, temos dias obrigatórios de penitência: cada sexta-feira em memória da morte do Senhor, a não ser em dias de festa e solenidades. Nos primórdios do cristianismo, além da sexta-feira, fazia-se jejum também na quarta-feira, como atesta a Didaqué, que é primeiro Catecismo da Igreja, que remonta o século I da era cristã. Além dos dias penitenciais, temos também tempos de penitência, como é o tempo da Quaresma. Estes “são momentos fortes da prática penitencial da Igreja. Estes tempos são particularmente apropriados para os exercícios espirituais, as liturgias penitenciais, as peregrinações em sinal de penitência, as privações voluntárias como o jejum e a esmola, a partilha fraterna (obras caritativas e missionárias)”1.

05 REMÉDIOS COM AÇÃO EFICAZ NA ALMA!

Método de Santo Antônio Maria Claret.

1- De manhã e a noite pede a Mãe da Pureza , a santíssima Virgem, esta preciosa jóia , saudando-a para esse fim com 3 Ave Marias.

2- Logo que tiveres algum pensamento impuro, despreza-o imediatamente e dize a Maria: Virgem Santíssima , valei-me, assisti-me.

3- Aparta-te das más companhias, de festas mundanas e galanteios; nem pelas capas hás de tocar em livros ou papéis desonestos, não olhes para pinturas , estampas ou outros objetos provocativos, e , sobre tudo, guarda-te de fazer acenos ou ações escandalosas.

4- Veste com modéstia, come e bebe com temperança, não profiras palavras indecentes, não escutes nem acompanhes más conversas, e não dês liberdade a teus olhos.

5- Lembra-te que DEUS te vê, e que tem poder para tirar-te a vida aqui mesmo e lançar-te aos infernos, como aconteceu, entre outros a Onão, que morreu no ATO de cometer um pecado desonesto e SE CONDENOU.

6- Frequentar os Santos Sacramentos.

Fonte: Retirado do livro “O CAMINHO RETO” de Santo Antônio Maria Claret

Fonte: Associação Devotos de Fátima

ENCONTRE-SE COM JESUS NA ORAÇÃO

Sem oração é impossível caminhar na fé e fazer a vontade de Deus!

Encontre-se com Jesus no íntimo de sua alma, em oração, em qualquer tempo e em qualquer lugar; é você quem marca a hora e o local para falar com Jesus. Pode ser no seu quarto, no seu carro, na sua sala de trabalho, pode ser na igreja… O melhor lugar é diante do Sacrário, porque ali Ele está em Corpo, Alma e Divindade, como Vítima oferecida em sacrifício permanente por amor de cada um de nós. Ali Ele é todo seu; está a seu dispor para lhe ouvir, abraçar você, enxugar as suas lágrimas e fortalecer o seu coração. Ali Ele está lhe esperando, vivo e ressuscitado.

A SABEDORIA DE SALOMÃO

rei_salomao“O Senhor apareceu a Salomão durante a noite e lhe disse: “Pede-me o que queres que eu te dê!” (1Re 3,5). Que bela oportunidade o jovem rei tinha diante de si! Poderia pedir uma vida longa, muita riqueza ou mesmo a morte de seus inimigos. Deixou, contudo, tudo isso de lado, fez uma bela oração e pediu: “Dá a teu servo um coração que saiba perceber a verdade, para julgar o teu povo e discernir entre o bem e o mal. Pois quem poderia governar este teu povo tão numeroso?” (v. 9). O pedido de Salomão agradou tanto a Deus que não só foi atendido, mas até elogiado. Tendo desejado inteligência para praticar a justiça, recebeu mais: “um coração tão sábio e inteligente, como nunca houve outro igual” antes ou depois dele (cf. v. 12). A riqueza e a glória lhe  foram dadas por acréscimo; e a promessa de uma vida longa ficou condicionada a levar uma vida reta.

Pouco tempo depois, Salomão viu-se diante de um delicado problema: duas prostitutas apresentaram-se diante dele. Uma delas lhe disse: “Com licença, Majestade! Eu e esta mulher estamos morando na mesma casa; eu tive um filho enquanto ela estava em casa. Três dias depois de eu ter dado à luz, também esta mulher teve um filho. Estávamos só nós duas. Não havia nenhum estranho conosco na casa, além de nós duas. Ora, morreu o filho desta mulher durante a noite, pois ela se tinha deitado sobre ele. Aí ela se levantou de noite, enquanto esta tua criada estava dormindo, tirou o meu filho de junto de mim e o colocou no seio dela, e o filho dela que estava morto o pôs no meu seio. De manhã, quando me levantei para amamentar o meu filho, vi com surpresa que estava morto; mas quando o examinei mais de perto, reparei que não era o filho que eu tinha dado à luz.” A outra mulher contestou: “Não é verdade! É meu filho que está vivo, e o teu é que está morto!” Mas a primeira replicou: “Mentira! Teu filho está morto e é o meu que está vivo!” Desta maneira elas discutiam diante do rei.” (1Re 3,17-22)

AS EXIGÊNCIAS DO PAI-NOSSO

Crer que Deus é nosso Pai tem consequências enormes para toda a nossa vida, e exige de nós algumas atitudes

Sabemos que esta é a “Oração perfeita”, pois saiu do coração de Jesus quando um dos discípulos pediu-lhe que os ensinassem a rezar (Lc 11,1). São sete pedidos perfeitos ao Pai. Saudamos a Deus como Pai – uma ousadia de amor – e lhe fazemos três pedidos para a Sua Glória e realização de Sua santa vontade, e mais quatro pedidos para nossas necessidades.

O Pai-Nosso é o resumo de todo o Evangelho, como disse Santo Agostinho, “Percorrei todas as orações que se encontram nas Escrituras, e eu não creio que possais encontrar nelas algo que não esteja incluído na Oração do Senhor”.

O DOM DA SABEDORIA

PentecostesA palavra sabedoria vem do latim “sapere” (= “ter gosto de…”).

Ele oferece um conhecimento “saboroso” da verdade revelada por Deus. Na ordem natural a mente humana procura atingir os primeiros princípios e as causas de toda a realidade que ela conhece. O mesmo ocorre também na ordem sobrenatural.

O dom da sabedoria abrange todos os conhecimentos do cristão e os põe sob a luz de Deus, mostrando a grandeza do plano do Criador e a infinitude de Deus. Isto é fruto da experiência do próprio Deus feita pelo cristão. Uma comparação: não conhecemos o gosto de uma laranja pelo intelecto, mas pela experiência pelo paladar. O dom da sabedoria vem da intimidade com o Senhor. “O dom da sabedoria faz-nos ver com os olhos do Bem-amado”, dizia um grande místico. Isto mostra quanto é importante o amor de Deus. É este que propícia o conhecimento mais saboroso do mesmo Deus. Isto não quer dizer que devemos menosprezar o estudo, pois, se Deus nos deu a inteligência, foi para que a apliquemos à verdade por excelência, que é Ele mesmo.

Os teólogos afirmam que veremos a Deus face-a-face por toda a eternidade na proporção do amor com que O tivermos amado nesta vida. O grau do nosso amor, na hora da morte, será o grau da nossa visão de Deus na vida eterna ou por todo o sempre. Por isso São Paulo disse que “o amor é o vínculo da perfeição” (Cl 3,14). “No fim de sua vida, cada um de nós será julgado na base do amor”, diz São João da Cruz.

Fonte: Editora Cléofas

ORAÇÃO À SABEDORIA ETERNA

Peçamos a Deus a sabedoria que vem dos Céus!

Assim rezava São Luis de Montfort:

Ó Sabedoria divina, rainha do céu e da terra! Prostrado humildemente diante de vós, peço-vos perdão da minha ousadia em vir falar das vossas grandezas, sendo eu tão ignorante e pecador.

Peço-vos que não leveis em conta as trevas do meu espírito nem a impureza de meus lábios; e se porventura olhardes para elas, que seja para as destruirdes com o olhar dos vossos olhos e com o sopro dos vossos lábios.

Tendes em vós tantas belezas e doçuras, preservastes-me de tantos males e cumulastes-me de tantos benefícios e, apesar disso, continuais a ser tão desconhecida e desprezada!

A SINCERIDADE NA ORAÇÃO

Para orar, é preciso ter sinceridade, a coragem de enfrentar a verdade no íntimo do coração. Vamos refletir agora sobre isso.

É interessante verificar que o primeiro conselho de Cristo sobre a oração, que se encontra no Evangelho, fala de sinceridade: <<Quando orardes – diz Jesus -, não façais como os hipócritas>> (Mt 6,5).

Que fazem os hipócritas? Vamos recordar o que Jesus nos diz acerca deles, e – ao vermos as máscaras que Cristo lhes arranca da alma – enxergaremos melhor a sinceridade que nos pede.

Primeira máscara: No meio da parábola do semeador, Nosso Senhor faz uma citação do profeta Isaías: O coração deste povo endureceu: taparam seus ouvidos e fecharam os seus olhos, para que seus olhos não vejam e seus ouvidos não ouçam, nem seu coração compreenda; para que não se convertam e eu os sare (Mt 13,15).

terça-feira, 16 de fevereiro de 2016

ORAR SEMPRE E ORAR BEM

Veja o que nos ensina São Pedro J. Eymard sobre a oração

“Oportet orare et num quam deficere” – É necessário orar e nunca deixar de orar (Lc 18,1).

A oração, a oração contínua, ou melhor, o hábito da oração, é indispensável a todo cristão. É-nos concedida a sua graça no Batismo, sendo o próprio Espírito Santo que nos faz chamar a Deus; “Pai! Pai!” (Rm 8,15).

É um dom, uma graça, uma força de que todos gozam.

Nada podemos fazer de bom, nenhuma virtude podemos praticar sem a oração, que nos obtém a graça necessária.

A oração é o alicerce de todas as virtudes, e a própria fé, princípio da justiça, é o exercício da oração.

05 MANEIRAS DE REATIVAR SUA VIDA DE ORAÇÃO

Se você já se sentiu frustrado na oração, não se preocupe: é muito simples

Você conhece a importância da oração, mas talvez ache que Deus não quer ouvi-lo porque você se afastou durante algum tempo. Você provavelmente sabia que a oração madura é algo além de simples petições a Deus, mas talvez não esteja seguro de como proceder.

Talvez você esteja realmente ocupado, e tema que buscar a “prática da oração” exija um compromisso que você não pode assumir. Ou pode ser que você tenha medo de “fracassar” em sua tentativa de orar em profundidade.

Seja como for, fique tranquilo. A única maneira de fracassar na oração é deixar de orar. Não há nada que Deus não queria ouvir de você. Ele o ama, não se esqueça disso!

Anote aí as 5 dicas para voltar a orar intensamente:

A IMPORTÂNCIA DA ORAÇÃO

Oração-AgoraPara você ser um cristão “de pé”, forte e equilibrado, senhor de você mesmo, e capaz de amar,  você precisa aprender a rezar.

A nossa natureza ficou debilitada pelo pecado original e é marcada pela concupiscência, isto é, uma força que nos puxa para o mal.

Quem de nós não sente isso? Jesus disse claro: “O espírito é forte, mas a carne é fraca. Vigiai e orai para que não entreis em tentação” (Mt 26,41).

Jesus estimava tanto a oração que passava noites inteiras no alto dos mon­tes da Galiléia conversando com o Pai (cf. Lc 5,16; 6,12; 9,29). E aí estava a sua força; de dia pregava, de noite rezava.

O PODER DA ORAÇÃO

992379_14208308A oração opera maravilhas!

1.Como todas as obras sobrenaturais, é ela meritória e satisfatória. O que propriamente lhe pertence é a impetração. O homem ora e pede: Deus o ouve e atende a prece, não tanto em vista dos merecimentos que a criatura possa ter, porém, principalmente em virtude da Sua misericórdia e da mesma prece. A impetração corresponde à força da oração como tal e não ao mérito daquele que ora. E esse caráter particular, é o que mais cabalmente demonstra a excelência da oração e sua valia aos olhos de Deus.

2.E até onde vai o poder da impetração? Entende-se a todas as necessidades do homem sem excetuar nenhuma, não tendo outros limites que não os da onipotência e misericórdia divina. Assim no-lo afirma o Salvador: “Crede que obtereis tudo o que pedirdes” (Mt 21, 22; 7,7). “Pedi e recebereis” (Jo 14,13.)

Se, pois, Deus nada excetua, não nos cabe a nós fazer restrições. Por conseguinte, devemos pedir tudo o que razoavelmente desejarmos e que seja conforme a vontade divina, mormente os bens espirituais. A nossa confiança de obtê-los deve estar na razão da excelência e necessidades desses dons. Relativamente às vantagens temporais, importa proceder com alguma reserve. Talvez algumas delas não nos poderiam ser concedidas, senão por punição divina. A Sagrada Escritura prova magnificamente a eficácia da oração. Israel no deserto, Moisés, Josué, os grandes feitos dos juízes e dos Macabeus, os milagres de Jesus e os dos Apóstolos, em suma, toda a história da oração e de seus efeitos. É uma contínua e maravilhosa cadeia em que a prece humana e a humana miséria se entrelaçam com a misericórdia divina, o socorro de Deus.

DEZ PEDIDOS QUE DEVEMOS FAZER A DEUS EM NOSSAS ORAÇÕES

orManPraying1 – Que desde a manhã possamos sentir o Seu amor, para que a Sua alegria seja a nossa força durante todo o dia.

2 – Que Deus expulse de nosso coração as trevas do pecado e faça-nos alcançar a verdadeira Luz que é Jesus Cristo.

3 – Que Deus nos dê a compreensão dos nossos deveres e a força de cumpri-los.

4 – Que Deus faça de nossa vida um continuo sacrifício de louvor.

5 – Que possamos guardar sempre os Seus Mandamentos para que, pela força do Espírito Santo, Ele permaneça sempre em nós e nós Nele.

6 – Que Deus nos dê a Sua sabedoria eterna, para que ela sempre acompanhe o dirija os nossos desejos, pensamentos e trabalhos.

7 – Que Deus não permita que no dia de hoje sejamos motivo de tristeza para os que convivem conosco, mas causa de alegria para todos.

8 – Que Deus ilumine as profundezas de nosso coração para que não se prenda em desejos tenebrosos.

9 – Que agrade a Deus o cantar dos nossos lábios e a voz da nossa alma, e que ela chegue até Ele.

10 – Que sobre nós venha a Sua graça da mesma forma que Nele nós esperamos com fé e alegria.

Fonte: Editora Cléofas

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2016

QUARESMA - TEMPO DA PAIXÃO–SEMANA SANTA–DOMINGO DE PÁSCOA

Os três domingos  consecutivos da  septuagésima, sexagésima e  quinquagésima (70, 60 e 50 dias  antes da Páscoa), tem por fim encaminhar  os  fiéis à preparação próxima da festa pascal.

     Chama-se  Quaresma os 40 dias  de jejum e penitência que precedem à festa da Páscoa.  Essa preparação existe  desde o tempo dos Apóstolos, que limitaram sua duração a 40 dias , em memória do jejum de Jesus  Cristo no deserto. Durante esse tempo a  Igreja  veste seus  ministros com paramentos de cor roxa e suprime os cânticos de alegria: O "Glória",  o "Aleluia" e o "Te Deum".

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

SE PREPARANDO PARA A QUARESMA

Na linguagem corrente, a Quaresma abrange os dias que vão da Quarta-feira de Cinzas até ao Sábado Santo. Contudo, a liturgia propriamente quaresmal começa com o primeiro Domingo da Quaresma e termina com o sábado antes do Domingo da Paixão.

A Quaresma pode se considerar, no ano litúrgico, o tempo mais rico de ensinamentos. Lembra o retiro de Moisés, o longo jejum do profeta Elias e do Salvador. Foi instituída como preparação para o Mistério Pascal, que compreende a Paixão e Morte (Sexta-feira Santa), a Sepultura (Sábado Santo) e a Ressurreição de Jesus Cristo (Domingo e Oitava da Páscoa).

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2016

A QUARESMA CONTEMPLADA COM A VIRGEM MARIA

O tempo Quaresmal é propício para a contemplação dos sofrimentos de Jesus Cristo, que se tornam mais frutuosa na presença materna da Virgem Maria.

Nesta Quaresma, nós que somos filhos e consagrados da Santíssima Virgem Maria, podemos viver esse tempo e contemplar os santos mistérios com ela, que permaneceu junto com seu Filho Jesus Cristo até a morte na cruz. Neste tempo fecundo que é a Quaresma, nos preparemos para morrer com Jesus Cristo e ressuscitar com Ele para uma vida nova. Nesse caminho de conversão, Nossa Senhora quer estar conosco e nos ajudar a preparar-nos para adentrar espiritualmente no mistério pascal de Cristo, na Sua paixão, morte e ressurreição.

O tempo Quaresmal é propício para a contemplação dos sofrimentos de Jesus Cristo, que se tornam mais frutuosa na presença materna da Virgem Maria.A Virgem Maria se encontra com seu Filho Jesus à caminho do Calvário

São José Maria Escrivá nos ensina que “muitas conversões, muitas decisões de entrega ao serviço de Deus, foram precedidas de um encontro com Maria. Nossa Senhora fomentou os desejos de busca, ativou maternalmente a inquietação da alma, fez aspirar a uma transformação, a uma vida nova. E assim, o fazei o que Ele vos disser1 converteu-se numa realidade de amorosa entrega, na vocação cristã que ilumina desde então toda a nossa vida”2. Façamos essa experiência do encontro com a Santíssima Virgem, para que nossos corações se convertam cada vez mais a nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo e vivamos com Ele e por Ele uma vida nova.

“ANTES DE FALAR MAL DE ALGUÉM, MORDA A LÍNGUA BEM FORTE”

Receita bem prática do Papa Francisco para evitar falar mal do próximo – veja o vídeo

El Papa Francisco

Quando você sentir a tentação de dizer algo contra um irmão, uma irmã, de jogar uma bomba de fofoca, então morda a língua, mmmm, bem forte!, recomendou o Papa Francisco, ao receber em audiência os participantes do jubileu da vida consagrada.

O Papa recordou que o primeiro próximo é aquele que está ao nosso lado, aquele que convive conosco.

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

UM FEVEREIRO COM AGENDA LOTADA PARA O PAPA FRANCISCO

Jubileu da Misericórdia a todo vapor, incluindo uma aguardadíssima viagem apostólica à terra da Virgem de Guadalupe

Dia 1º: Jubileu dos Consagrados. O papa Francisco tem hoje um encontro com todos os presentes em Roma para a conclusão do Ano da Vida Consagrada.

Terça-feira, dia 2: Francisco preside a missa na Basílica de São Pedro, ainda no âmbito do Jubileu dos Consagrados.

Quarta-feira, dia 3: audiência geral aos peregrinos na Praça São Pedro.

Sábado, dia 6: Jubileu dos grupos de oração de Padre Pio, dos funcionários da Casa de Alívio do Sofrimento e dos fiéis da arquidiocese italiana de Manfredonia – Vieste – San Giovanni Rotondo. O papa presidirá o encontro, previsto para a manhã.

A MATERNIDADE DE MARIA NA VIDA DA IGREJA

A maternidade da Virgem Maria e a sua importância na vida e na missão da Igreja.

A bem-aventurada Virgem Maria, pelo dom da maternidade divina, que a une com o seu Filho Jesus Cristo, e pelas suas graças e funções singulares, está também intimamente unida à vida e à missão da Igreja Católica. A Mãe de Deus é a figura da Igreja, o seu modelo exemplar, na ordem da fé, da caridade e da perfeita união com Jesus Cristo. Maria Santíssima permanece na Igreja desde o princípio, com os Apóstolos, enquanto esperam o Pentecostes1. Sendo a Virgem de Nazaré aquela que é “feliz porque acreditou”2, ela está sempre presente no meio da Igreja, “de geração em geração”3, sendo para ela modelo da esperança que não decepciona4.

A maternidade da Virgem Maria e a sua importância na vida e na missão da Igreja.Nossa Senhora do Perpétuo Socorro

A Virgem Maria acreditou que se cumpririam as promessas que lhe tinham sido feitas da parte do Senhor. Como Virgem, acreditou que conceberia e daria à luz um filho: o “Filho do de Deus”5, ao qual seria dado o nome de “Jesus”6, que significa “Deus salva”7. Como serva do Senhor, Nossa Senhora permaneceu perfeitamente fiel à pessoa e à missão deste seu Filho Jesus. Como Mãe, “pela sua fé e obediência […] gerou na terra o próprio Filho de Deus, sem ter conhecido homem, mas por obra e graça do Espírito Santo”8. Depois da sua Assunção, unida ainda mais intimamente ao seu Filho Jesus Cristo na glória celeste, a Virgem Maria continua a cooperar na vida e da missão da Igreja.

terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

NOVENA DE NOSSA SENHORA DE LOURDES - Completa

ORAÇÃO INICIAL DA NOVENA

Senhor meu Jesus Cristo, Deus e homem verdadeiro, Criador e redentor meu, por ser Vós quem sois, e porque vos amo sobre todas as coisas, a mim me pesa de todo coração ter-vos ofendido, e proponho firmemente nunca mais pecar, confessar-me, cumprir a penitência que me for imposta e apartar-me de todas as ocasiões de ofender-Vos.
Vos ofereço minha vida, obras e trabalhos em satisfação de todos meus pecados;
E confio em vossa bondade e misericórdia infinita para que me perdoeis pelos méritos de vosso preciosíssimo sangue, Paixão e morte, e me dareis graça para emendar-me e para perseverar em vosso Santo serviço até o fim de minha vida. Amém.

A ORIGEM DA FESTA DE NOSSA SENHORA DA LUZ

Saiba qual a origem da festa de Nossa Senhora da Luz e a sua ligação com outras festas celebradas na mesma data.

No dia 2 de Fevereiro, celebramos a festa de Nossa Senhora da Luz e também de Nossa Senhora da Candelária e de Nossa Senhora das Candeias. Estas coincidem com a festa da Apresentação do Senhor Jesus Cristo e a da Purificação da Santíssima Virgem Maria, justamente por causa da íntima ligação existente entre elas. Além dessas, no mesmo dia celebramos Nossa Senhora dos Navegantes e Nossa Senhora da Boa Viagem. Estes dois títulos tem sua origem na invocação da Virgem Maria como “Estrela do Mar”. A devoção a Senhora dos Navegantes e a da Boa Viagem cresceram de modo especial no tempo das Cruzadas e posteriormente com as grandes navegações dos portugueses e espanhóis pelo mundo.

A princípio, pode parecer que não há ligação entre todas essas festas. No entanto, há um tema que é recorrente em todas, com o qual podemos ligá-las entre si. Trata-se do tema da “luz”, que aparece por diversas vezes nas Sagradas Escrituras, especialmente no livro do profeta Isaías, no Evangelho segundo Lucas e no Evangelho segundo São João. Neste último, o tema é tratado de modo profundíssimo. À luz da Palavra de Deus, compreenderemos a importância dessas festas não somente na vida da Igreja, mas também na vida de cada um de nós. Pois, o tema da luz diz respeito não somente a Jesus Cristo e a Virgem Maria, mas também a cada um de nós, que devemos ser “filhos da luz”1.

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016

A CONSAGRAÇÃO E OS TRÊS INIMIGOS DA ALMA

A consagração a Jesus por Maria como auxílio extraordinário para vencer os três inimigos da alma: a carne, o mundo e o Demônio.

A consagração a Jesus Cristo e a Virgem Maria é um auxílio muito eficaz para vencer os três inimigos da alma: a carne, o mundo e o Demônio. Todos nós temos que combater esses inimigos, primeiramente porque isto é dever de todos os cristãos. Todavia, lutar contra estes três inimigos da nossa alma torna-se ainda mais importante quando queremos nos santificar, nos aproximar mais de Deus. Nesse caso, a consagração a Jesus por Maria tem se mostrado na história da Igreja um auxílio de extraordinária eficácia para combater a carne, o mundo e o Demônio e elevar as almas ao Senhor. Esta eficácia é comprovada na vida de muitos os santos, que se valeram desta consagração para combater esses três inimigos da alma e alcançar os altos cumes da santidade. Entre os mais conhecidos, podemos citar São João Bosco, Santa Teresinha do Menino Jesus, São Pio de Pietrelcina, Santo Antônio de Sant’anna Galvão.

A consagração a Jesus por Maria como auxílio extraordinário para vencer os três inimigos da alma: a carne, o mundo e o Demônio.Sonho de Dom Bosco com Nossa Senhora aos nove anos de idade

PRÓXIMO 11 DE FEVEREIRO: FESTA DE NOSSA SENHORA DE LOURDES

Coroação de Nossa Senhora como Rainha do Céu e da Terra, Beato Angelico

Uma verdade fundamental é que Nossa Senhora é Medianeira de todas as Graças.
Porque para Nossa Senhora ser verdadeiramente Rainha, é preciso que Ela possa junto a Deus tudo quanto Ela quer.
Porque é por esta forma que Ela governa o mundo.
Para o reinado d’ Ela sobre todo o universo, ela tem que ser a Rainha de todos os anjos, de todos os santos, de todos os homens, de todo o mundo material e dominadora terribilíssima e completa do demônio. E, para isto Ela precisa ter a graça de Deus.
Ela é exatamente o ponto de convergência de todas as graças de Deus. E por isso é Rainha.

DESEJO À VOCÊ!

Que… “Chuvas de Bênçãos sejam derramadas abundantemente sobre ti e tua Casa“… Que… a Unção de DEUS seja como um bálsamo a envolver tua vida e te Ungir Completamente pela Glória de DEUS“… Que… “DEUS faça prosperar tudo aquilo que vier até tuas mãos, e que de uma semente cresçam milhares de árvores Frutíferas“… Que… “Todas as Promessas de DEUS sejam uma Coroa de Vitória e Vida para você como Prova da Fidelidade do teu DEUS, acerca de tudo o que Ele Fala e Cumpre“… Que… “Rios de águas Vivas corram dentro de tí, purificando, e levando tudo aquilo o que não é de DEUS“. Que…“A Glória de DEUS repouse sobre sua vida…Amém ...