MENU

AVE MARIA

Ave-Maria, cheia de graça! O Senhor é convosco Bendita sois vós entre as mulheres e Bendito é o Fruto do vosso ventre, Jesus Santa Maria Mãe de Deus, rogai por nós os pecadores, agora e na hora de nossa morte. Amém

Páginas

OLÁ!


sábado, 18 de abril de 2015

OS DONS DO ESPÍRITO SANTO EM MARIA - Dom do Temor

2. A PLENITUDE DOS DONS EM MARIA

d) O dom do temor aperfeiçoa ao mesmo tempo a virtude da esperança e a virtude da temperança: a virtude da esperança, fazendo-nos temer desagradar a Deus e sermos separados dEle; a virtude da temperança, apartando-nos dos falsos deleites que nos poderiam levar a perdermos Deus.
É um dom, portanto, que inclina a vontade ao respeito filial de Deus, nos afasta do pecado que lhe desagrada e nos faz esperarmos em seu auxílio poderoso.
Não se trata, pois, daquele medo de Deus que nos inquieta quando nos lembramos de nossos pecados, nos entristece e perturba. Nem se trata do temor do inferno, que basta para esboçar uma conversão, porém não basta para dar acabamento à nossa santificação. Trata-se do temor reverencial e filial, que nos faz recear toda ofensa a Deus.
Grande foi, na realidade, o temor de Maria, porém não foi nada servil. Com efeito, cheia como era da graça divina e tão pura, tão santa, que castigo poderia jamais temer?

Nem ao menos houve propriamente nEla aquele temor chamado casto, o qual considera a possibilidade e o perigo de perder Deus com o pecado, pois sabia que, por uma assistência especial do Espírito Santo, não podia perder a graça; pelo que o temor de Maria, à semelhança do temor de que esteve oprimida a própria alma de Cristo, era um temor reverencial, produzido por um sentimento vivíssimo da majestade infinita de Deus e de seu infinito poder.



ROSCHINI, Gabrielle M., OSM. Instruções Marianas. Tradução de José Vicente. São Paulo: Edições Paulinas, 1960, pp. 176-181.

Fonte: Mulher Católica.org.

Fonte: O Segredo do Rosário

EVANGELHO DO DIA 18/04/2015

Sábado, 18 de Abril de 2015.

Santo do dia: Beata Sabina Petrilli, virgem
Cor litúrgica: branco

Evangelho de hoje: São João 6, 16-21

Primeira leitura: Atos dos Apóstolos 6, 1-7
Leitura dos Atos dos Apóstolos:

1Naqueles dias: o número dos discípulos tinha aumentado, e os fiéis de origem grega começaram a queixar-se dos fiéis de origem hebraica. Os de origem grega diziam que suas viúvas eram deixadas de lado no atendimento diário. 2Então os Doze Apóstolos reuniram a multidão dos discípulos e disseram: 'Não está certo que nós deixemos a pregação da Palavra de Deus para servir às mesas. 3Irmãos, é melhor que escolhais entre vós sete homens de boa fama, repletos do Espírito e de sabedoria, e nós os encarregaremos dessa tarefa. 4Desse modo nós poderemos dedicar-nos inteiramente à oração e ao serviço da Palavra'. 5A proposta agradou a toda a multidão. Então escolheram Estêvão, homem cheio de fé e do Espírito Santo; e também Felipe, Prócoro, Nicanor, Timon, Pármenas e Nicolau de Antioquia, um pagão que seguia a religião dos judeus. 6Eles foram apresentados aos apóstolos, que oraram e impuseram as mãos sobre eles. 7Entretanto, a Palavra do Senhor se espalhava. O número dos discípulos crescia muito em Jerusalém, e grande multidão de sacerdotes judeus aceitava a fé.

- Palavra do Senhor
- Graças a Deus

Salmo 32 (33)

- Ó justos, alegrai-vos no Senhor! aos retos fica bem glorificá-lo. Dai graças ao Senhor ao som da harpa, na lira de dez cordas celebrai-o!

R: Sobre nós venha, Senhor, a vossa graça, da mesma forma que em vós nós esperamos!
- Pois reta é a palavra do Senhor, e tudo o que ele faz merece fé. Deus ama o direito e a justiça, transborda em toda a terra a sua graça.

R: Sobre nós venha, Senhor, a vossa graça, da mesma forma que em vós nós esperamos!

- O Senhor pousa o olhar sobre os que o temem, e que confiam esperando em seu amor, para da morte libertar as suas vidas e alimentá-los quando é tempo de penúria.

R: Sobre nós venha, Senhor, a vossa graça, da mesma forma que em vós nós esperamos!

Evangelho de Jesus Cristo segundo São João 6, 16-21

- Aleluia, Aleluia, Aleluia!
- Ressurgiu Cristo, o Senhor, que criou tudo; ele teve compaixão da humanidade.

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São João:

16Ao cair da tarde, os discípulos desceram ao mar. 17Entraram na barca e foram em direção a Cafarnaum, do outro lado do mar. Já estava escuro, e Jesus ainda não tinha vindo ao encontro deles. 18Soprava um vento forte e o mar estava agitado. 19Os discípulos tinham remado mais ou menos cinco quilômetros, quando enxergaram Jesus, andando sobre as águas e aproximando-se da barca. E ficaram com medo. 20Mas Jesus disse: 'Sou eu. Não tenhais medo'. 21Quiseram, então, recolher Jesus na barca, mas imediatamente a barca chegou à margem para onde estavam indo.

- Palavra da Salvação
- Glória a Vós, Senhor

Comentário do dia: Oração dita de Pedro e dos outros apóstolos
Papiro da Igreja primitiva
«Sobre o mar foi o vosso caminho, e a vossa senda no meio de águas caudalosas» (Sl 76, 20)

Tu és santo, Senhor, Deus omnipotente,
Pai de Nosso Senhor Jesus Cristo,
Paraíso da felicidade, ceptro real,
Amor sumptuoso, esperança segura. […]

Tu és santo, Senhor Deus,
Tu és «Rei dos reis e Senhor dos senhores,
O único que possui a imortalidade
E que habita na luz inacessível
A quem nenhum homem viu nem pode ver» (1Tim 6, 15-16).

Caminhas nas asas dos ventos (Sl 103, 3);
Criaste o céu, a terra e o mar
E tudo o que eles encerram (Act 4, 24).

Tu fizeste dos ventos teus mensageiros
E do fogo ardente teu servidor (Sl 103, 4);
Tu moldaste o homem à tua imagem e semelhança (Gn 1, 26),
Tu mediste o céu com o teu palmo
E a terra inteira com a concavidade da tua mão (Is 40, 12).
Sim, as tuas obras são belas na tua presença.


Copyright© Arautos do Evangelho 2011. Todos os direitos reservados.
Divulgação autorizada, citando a fonte.

sexta-feira, 17 de abril de 2015

OS DONS DO ESPÍRITO SANTO EM MARIA - Dom da Fortaleza

2. A PLENITUDE DOS DONS EM MARIA

c) O terceiro dom do Espírito Santo é a fortaleza. Este aperfeiçoa a virtude da fortaleza, dando à vontade um impulso e uma energia que a tornam capaz de operar e de sofrer alegremente e intrepidamente grandes coisas, superando todos os obstáculos.
Se considerarmos, de um lado, a grandeza da obra a realizar-se, a que Maria fora predestinada por Deus e, de outro lado, as dificuldades inumeráveis que lhe competia afrontar, não por parte da carne, pois era imaculada, mas por parte do demônio e do mundo, veremos que teria havido motivo muito justo para Ela perder a coragem, se houvesse sido deixada entregue a suas próprias forças.
Como poderia jamais uma criatura, santa sim, mas débil por natureza, achar tanta coragem para realizar uma obra tão árdua e para vencer os inimigos tão feros? Na graça de Deus, por Jesus Cristo, responde São Paulo.
“Sim, por meio da graça que lhe será dada quase sem medida pelos méritos de Jesus Cristo, seu Filho, Maria vencerá todas as dificuldades, todo perigo e cumprirá a árdua empresa de cooperar com Cristo, no resgate do gênero humano. Essa graça a tornará inarredável, qual escolho em meio de um mar tempestuoso e fará com que Ela repouse em Deus como uma criança nos braços maternos” (LÉPICIER, 1. c.).



ROSCHINI, Gabrielle M., OSM. Instruções Marianas. Tradução de José Vicente. São Paulo: Edições Paulinas, 1960, pp. 176-181.

Fonte: Mulher Católica.org.

Fonte: O Segredo do Rosário

ENCORAJADORA MENSAGEM DO PAPA FRANCISCO

O QUE FAZER QUANDO SE ENCONTRA UMA DIFICULDADE?

"PRIMEIRO, NÃO SE DESESPERAR, NUNCA. FICAR TRANQUILO.

"DEPOIS, BUSCAR A MANEIRA DE SUPERÁ-LA. E, SE NÃO FOR POSSÍVEL SUPERAR, SUPORTÁ-LA. ATÉ QUE SURJA A POSSIBILIDADE DE SUPERÁ-LA.

"NUNCA SE DEVE ASSUSTAR COM AS DIFICULDADES.

"NUNCA SE DEVE ENTRAR EM PÂNICO.

"NÓS SOMOS CAPAZES DE SUPERÁ-LAS, TODAS.

"PRECISAMOS APENAS DE TEMPO PARA COMPREENDER, INTELIGÊNCIA PARA BUSCAR O CAMINHO E CORAGEM PARA SEGUIR EM FRENTE.

"MAS NUNCA ENTRAR EM PÂNICO".

(Papa Francisco)

https://www.youtube.com/watch?v=F-gN5ywxGdM

NA NOVENA DE LOURDES: as aparições, Santa Bernadette e a proclamação do dogma da Imaculada Conceição

Aos pés da imagem da Gruta de Lourdes estão inscritas
as palavras que Nossa Senhora falou a Santa Bernadette:
(no dialeto da santa) "Que soy era Immaculada Councpciou",
quer dizer "Eu sou a Imaculada Conceição".

Em Lourdes, por meio de Santa Bernadette e um torrente interminável de milagres, Nossa Senhora veio confirmar um dos maiores dogmas de Fé proclamados infalivelmente por um Papa: a Imaculada Conceição.
Com efeito, fazendo uso explícito e solene de seu magistério infalível, o Bem-aventurado Papa Pio IX declarou, por meio da Bula Ineffabilis Deus, de 8 de dezembro de 1854, ser de revelação divina que a Santíssima Virgem Maria foi totalmente isenta do pecado original.
Transcrevemos aqui trecho de um artigo de Plinio Corrêa de Oliveira, intitulado A santa intransigência, um aspecto da Imaculada Conceição, publicado em CATOLICISMO em 1954, no centenário da proclamação do magnífico Dogma.

EVANGELHO DO DIA 17/04/2015

Sexta-feira, 17 de Abril de 2015.

Santo do dia: Beata Mariana de Jesus, virgem
Cor litúrgica: branco

Evangelho de hoje: São João 6, 1-15

Primeira leitura: Atos dos Apóstolos 5, 34-42
Leitura dos Atos dos Apóstolos:

Naqueles dias: 34Um fariseu, chamado Gamaliel, levantou-se, então, no Sinédrio. Era mestre da Lei e todo o povo o estimava. Gamaliel mandou que os acusados saíssem por um instante. 35Depois disse: 'Homens de Israel, vede bem o que estais para fazer contra esses homens. 36Algum tempo atrás apareceu Teudas, que se fazia passar por uma pessoa importante, e a ele se juntaram cerca de quatrocentos homens. Depois ele foi morto e todos os que o seguiam debandaram, e nada restou. 37Depois dele, no tempo do recenseamento, apareceu Judas, o galileu, que arrastou o povo atrás de si. Contudo, também ele morreu e todos os seus seguidores se dispersaram. 38Quanto ao que está acontecendo agora, dou-vos um conselho: não vos preocupeis com esses homens e deixai-os ir embora. Porque, se este projeto ou esta atividade é de origem humana será destruído. 39Mas, se vem de Deus, vós não conseguireis eliminá-los. Cuidado para não vos pordes em luta contra Deus!' E os membros do Sinédrio aceitaram o parecer de Gamaliel. 40Chamaram então os apóstolos, mandaram açoitá-los, proibiram que eles falassem em nome de Jesus, e depois os soltaram. 41Os apóstolos saíram do Conselho, muito contentes, por terem sido considerados dignos de injúrias, por causa do nome de Jesus. 42E cada dia, no Templo e pelas casas, não cessavam de ensinar e anunciar o evangelho de Jesus Cristo.

- Palavra do Senhor
- Graças a Deus

Salmo 26 (27)

- O Senhor é minha luz e salvação; de quem eu terei medo? O Senhor é a proteção da minha vida; perante quem eu tremerei?

R: Ao Senhor eu peço apenas uma coisa, habitar no santuário do Senhor.

- Ao Senhor eu peço apenas uma coisa, e é só isto que eu desejo: habitar no santuário do Senhor por toda a minha vida; saborear a suavidade do Senhor e contemplá-lo no seu templo.

R: Ao Senhor eu peço apenas uma coisa, habitar no santuário do Senhor.

- Sei que a bondade do Senhor eu hei de ver na terra dos viventes. Espera no Senhor e tem coragem, espera no Senhor!

R: Ao Senhor eu peço apenas uma coisa, habitar no santuário do Senhor.

Evangelho de Jesus Cristo segundo São João 6, 1-15

- Aleluia, Aleluia, Aleluia!
- O homem não vive somente de pão, mas de toda palavra da boca de Deus (Mt 4, 4)

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São João:

Naquele tempo: 1Jesus foi para o outro lado do mar da Galiléia, também chamado de Tiberíades. 2Uma grande multidão o seguia, porque via os sinais que ele operava a favor dos doentes. 3Jesus subiu ao monte e sentou-se aí, com os seus discípulos. 4Estava próxima a Páscoa, a festa dos judeus. 5Levantando os olhos, e vendo que uma grande multidão estava vindo ao seu encontro, Jesus disse a Filipe: 'Onde vamos comprar pão para que eles possam comer?' 6Disse isso para pô-lo à prova, pois ele mesmo sabia muito bem o que ia fazer. 7Filipe respondeu: 'Nem duzentas moedas de prata bastariam para dar um pedaço de pão a cada um'. 8Um dos discípulos, André, o irmão de Simão Pedro, disse: 9'Está aqui um menino com cinco pães de cevada e dois peixes. Mas o que é isso para tanta gente?' 10Jesus disse: 'Fazei sentar as pessoas'. Havia muita relva naquele lugar, e lá se sentaram, aproximadamente, cinco mil homens. 11Jesus tomou os pães, deu graças e distribuiu-os aos que estavam sentados, tanto quanto queriam. E fez o mesmo com os peixes. 12Quando todos ficaram satisfeitos, Jesus disse aos discípulos: 'Recolhei os pedaços que sobraram, para que nada se perca!' 13Recolheram os pedaços e encheram doze cestos com as sobras dos cinco pães, deixadas pelos que haviam comido. 14Vendo o sinal que Jesus tinha realizado, aqueles homens exclamavam: 'Este é verdadeiramente o Profeta, aquele que deve vir ao mundo'. 15Mas, quando notou que estavam querendo levá-lo para proclamá-lo rei, Jesus retirou-se de novo, sozinho, para o monte.

- Palavra da Salvação
- Glória a Vós, Senhor


Copyright© Arautos do Evangelho 2011. Todos os direitos reservados.
Divulgação autorizada, citando a fonte.

quinta-feira, 16 de abril de 2015

DE ONDE VEIO O ROSÁRIO?

São Luis conta a origem desta arma INVENCÍVEL:

São Domingos recebe o Santo Rosário de Nossa Senhora e é instruído à espalhar a devoção pela salvação de todas as almas.

Desde que o Rosário foi composto,

Em princípio e em substância, pela Oração de Cristo (Pai Nosso) e a Saudação Angélica (Ave Maria), sem dúvida, constitui a primeira devoção dos fiéis e tem sido usado pelos séculos, desde o tempo dos apóstolos e discípulos até o presente.

Mas foi somente no de 1214, que a Santa Madre Igreja recebeu o Rosário na sua forma presente e de acordo com o método que usamos hoje.

O EXORCISTA

Afresco do artista italiano Giotto (1267-1337) na Basílica Superior de São Francisco em Assis. Representa a expulsão dos demônios da cidade de Arrezzo (Toscana). Do lado oposto à catedral gótica, os demônios fogem com o exorcismo ordenado por São Francisco de Assis

Pe. David Fracisquini

As Sagradas Escrituras apresentam muitos casos de possessão diabólica, quando um ou mais demônios se apoderam das pessoas.

No Novo Testamento, o evangelista São Mateus cita o mandado de Jesus Cristo: “Curai os enfermos, limpai os leprosos, ressuscitai os mortos, expulsai os demônios” (Mt 10,8).

Para São Boaventura, a argúcia e a espiritualidade dos demônios os levam a penetrar nos corpos e neles se fixarem; por sua força angélica, eles podem atormentá-los, a menos que o impeça um agente superior, ou seja, um padre exorcista. Adolphe Tanquerey, teólogo francês, assim explica a ação do demônio sobre os homens:

“Cioso de imitar a ação divina na alma dos santos, esforça-se o demônio por exercer também o seu império, ou antes, a sua tirania sobre os homens.

Às vezes [...] instala-se no corpo e move-o a seu talante, como se fosse senhor dele, a fim de lançar a perturbação na alma”. A este fenômeno se chama possessão.

10 SEGREDOS DE UM RELACIONAMENTO FELIZ

Quantos itens desta lista estão presentes no seu relacionamento?

O que é um relacionamento feliz de verdade? Navegando pela internet encontrei um texto que falava sobre isso, uma lista com alguns itens que definiam um relacionamento feliz. Como desvendar o amor é um exercício diário e a gente sempre aprende, escolhi alguns e incluí outros.

Veja agora algumas características de relacionamentos felizes.
1. Mandam mensagens durante o dia
Hoje dispomos das mais variadas tecnologias para enviar mensagens. SMS, WhatsApp, Viber, Skype ou qualquer seja sua escolha, mensagens trocadas diariamente mostram que existe carinho, preocupação, vontade de fazer parte do dia do outro mesmo estando distante e aquele sentimento gostoso de compartilhar uma boa notícia com quem a gente gosta.

OS DONS DO ESPÍRITO SANTO EM MARIA - Dom da Piedade

2. A PLENITUDE DOS DONS EM MARIA

b) Passemos agora ao dom da piedade. Este dom aperfeiçoa a virtude de religião, que é anexa à justiça e produz no coração um afeto filial para com Deus e uma terna devoção às Pessoas e às coisas divinas, para fazer-nos cumprir com santa presteza os deveres religiosos.
Se nos fosse dado penetrar com o olhar no íntimo de Maria, ficaríamos maravilhados com os sentimentos de filial afeto para com Deus, nEla inspirados pelo dom de piedade. Que doçura em seus colóquios com o Esposo de sua alma!
Foi o dom de piedade que levou Maria menina a dedicar sua atividade ao serviço do Templo, que Ela, com a mesma terna piedade, venerava por cima de todas as coisas materiais.
Foi o dom de piedade que lhe inspirou uma veneração especial pela Sagrada Escritura, como pelas palavras pronunciadas por seu Filho Jesus, as quais “conservava todas em seu coração”.



ROSCHINI, Gabrielle M., OSM. Instruções Marianas. Tradução de José Vicente. São Paulo: Edições Paulinas, 1960, pp. 176-181.

Fonte: Mulher Católica.org.

Fonte: O Segredo do Rosário

DESEJO À VOCÊ!

Que… “Chuvas de Bênçãos sejam derramadas abundantemente sobre ti e tua Casa“… Que… a Unção de DEUS seja como um bálsamo a envolver tua vida e te Ungir Completamente pela Glória de DEUS“… Que… “DEUS faça prosperar tudo aquilo que vier até tuas mãos, e que de uma semente cresçam milhares de árvores Frutíferas“… Que… “Todas as Promessas de DEUS sejam uma Coroa de Vitória e Vida para você como Prova da Fidelidade do teu DEUS, acerca de tudo o que Ele Fala e Cumpre“… Que… “Rios de águas Vivas corram dentro de tí, purificando, e levando tudo aquilo o que não é de DEUS“. Que…“A Glória de DEUS repouse sobre sua vida…Amém ...