MENU

AVE MARIA

Ave-Maria, cheia de graça! O Senhor é convosco Bendita sois vós entre as mulheres e Bendito é o Fruto do vosso ventre, Jesus Santa Maria Mãe de Deus, rogai por nós os pecadores, agora e na hora de nossa morte. Amém

Menu Deslizante

Páginas

OLÁ!

http://img1.picmix.com/output/pic/original/1/8/8/9/3899881_962d3.gif


quarta-feira, 25 de setembro de 2013

QUANTO VALE QUEM VOCÊ AMA?


Gênesis 29:1-30
Jacó, filho de Isaque, filho de Abraão, saiu da terra de seu pai à procura de Labão, irmão de sua mãe, Rebeca. No caminho, chegou ao poço de Harã e lá encontrou alguns pastores que conheciam Labão. Eles estavam próximos ao poço esperando que todos os rebanhos chegassem para que pudessem tirar a pesada pedra da boca do poço.

Enquanto Jacó conversa com aquelas pessoas, chegou Raquel com as ovelhas de seu pai, Labão. Foi amor à primeira vista. Jacó ficou encantado com a beleza de Raquel e, talvez motivado pela paixão, revolveu a pedra do poço e deu de beber às ovelhas de Labão. Pela narração bíblica, Raquel também ficou encantada com Jacó e foi logo contar ao seu pai sobre ele. Labão ficou feliz em saber que Jacó era da família, por ser filho de Rebeca, e recebeu-o em sua casa.

Labão tinha duas filhas, Raquel era a mais nova e o nome da mais velha era Léia. Raquel era formosa à vista, mas Léia não era muito bonita. Após um mês, Labão perguntou a Jacó sobre o salário que este desejava receber, e Jacó, por amar Raquel, disse que trabalharia sete anos para tê-la como esposa. Era um costume da época que o noivo pagasse para poder se casar. Labão aceitou.

Jacó propôs trabalhar sete anos para ter Raquel como esposa. Imagine isso. Todos os dias Jacó se levantava e ia trabalhar pensando: o preço que terei que pagar nesse dia de trabalho não chega aos pés do valor inestimável de Raquel. Passou um mês, passaram dois meses, passou um ano, passaram dois, três, quatro anos e Jacó sempre com o mesmo pensamento: o preço do cansaço e do suor do trabalho não se compara ao valor inestimável de Raquel. 


"Assim, serviu Jacó sete anos por Raquel; e foram aos seus olhos como poucos dias, pelo muito que a amava." (Gênesis 29:20). Jacó nem percebeu o tempo passar devido ao seu imenso amor por Raquel. Ao final dos sete anos, Jacó pediu a Labão que lhe desse Raquel em casamento. Então, Labão preparou toda a festa, mas enganou Jacó enviando sua filha Léia (a mais velha) para se deitar com ele e, no outro dia, afirmou que não era o costume que a mais nova se casasse antes da mais velha.

Labão já sabia disso antes dos sete anos de trabalho de Jacó, mas mesmo assim sustentou a mentira o tempo todo. Além disso, Labão disse que Jacó só receberia Raquel uma semana depois. E não foi apenas esse o problema, Labão disse que Jacó deveria trabalhar mais sete anos por Raquel (Gênesis 29:27). Você acha que Jacó aceitou? Sim, ele aceitou porque a amava imensamente. Isso sim é um exemplo de amor verdadeiro.

Como e quanto você valoriza quem você ama? Existe algum valor em dinheiro que possa mensurar seu cônjuge? Jacó trabalhou 14 anos por Raquel. Ainda há tempo de despertar e passar a valorizar seu cônjuge. Dedique-se, valorize, elogie, ame e desfrute de um relacionamento baseado na incondicionalidade do amor de Deus.

DESEJO À VOCÊ!

Que… “Chuvas de Bênçãos sejam derramadas abundantemente sobre ti e tua Casa“… Que… a Unção de DEUS seja como um bálsamo a envolver tua vida e te Ungir Completamente pela Glória de DEUS“… Que… “DEUS faça prosperar tudo aquilo que vier até tuas mãos, e que de uma semente cresçam milhares de árvores Frutíferas“… Que… “Todas as Promessas de DEUS sejam uma Coroa de Vitória e Vida para você como Prova da Fidelidade do teu DEUS, acerca de tudo o que Ele Fala e Cumpre“… Que… “Rios de águas Vivas corram dentro de tí, purificando, e levando tudo aquilo o que não é de DEUS“. Que…“A Glória de DEUS repouse sobre sua vida…Amém ...