MENU

AVE MARIA

Ave-Maria, cheia de graça! O Senhor é convosco Bendita sois vós entre as mulheres e Bendito é o Fruto do vosso ventre, Jesus Santa Maria Mãe de Deus, rogai por nós os pecadores, agora e na hora de nossa morte. Amém

Menu Deslizante

Páginas

OLÁ!

http://img1.picmix.com/output/pic/original/1/8/8/9/3899881_962d3.gif


quarta-feira, 20 de novembro de 2013

O FRUTO DO ESPIRITO–Introdução

 


Um orientador experiente consegue chegar a qualquer lugar se tiver em posse de um mapa e uma bússola. Na vida do cristão a Bíblia é o mapa e a bússola. Nela estão descritas as instruções, informações, coordenadas e direcionamento de que necessitamos para encontrar e entender o plano de Deu, ou seja, nela encontramos o norte para o alvo que é Cristo. Entretanto, infelizmente ela não tem sido objeto da atenção devida por parte de muitos frequentadores de nossas igrejas nos dias atuais. Nosso povo está mais focado nas musicas, nas grandes festas e shows, do que na palavra de Deus. Eu não tenho nada contra as musicas, ate porque eu amo louvor, mas o que me preocupa é o fato de deixarmos a Bíblia em segundo, terceiro, ou ate mesmo ultimo plano em nossas vidas. No livro de Mateus 22:29, Jesus diz mui sabiamente, que nós erramos por falta de conhecimento: 
“Errais por não conhecer as Escrituras nem o poder de Deus.” 

Neste momento, eu convido você meu caro amigo, a conhecer juntamente comigo, um pouco mais da palavra de Deus. Vamos tratar de um assunto que no ultimo domingo (01/04/2012), o Pastor Eliézer, pregou de forma maravilhosa. É um tema que afeta diretamente o cristão e nos deixa face a face com nossos erros e pecados, é como se colocasse um espelho diante de nós mesmos. No livro de Gálatas, no capitulo 5, o apostolo Paulo relata sobre o fruto da carne e o fruto do Espírito. O fruto é a consequência, é resultado. Os frutos precisam de árvores, de raízes, de caules e folhas. Árvores sem raiz, sem caule e sem folhas não produzem frutos. Árvores mortas não produzem frutos. Árvores de plástico ou de metal, ainda que possam ser até mais bonitas que as verdadeiras, não podem produzir frutos. Fruto é a consequência natural de árvores vivas. Árvores que não dão frutos são árvores doentes. 

Há uma discussão de menos importância, e, portanto, meramente acadêmica quanto ao fruto. Se são vários frutos, ou se é apenas um fruto com várias partes. Eu acredito que seja um fruto com varias partes, e se você tem todas as partes, tem o fruto do espírito, mas se você tem todos, exceto um, então não possui o fruto do espírito por completo. Mas isso não é mais importante, o que importa é sabermos o que significa cada parte do fruto ou cada fruto, e ver se está presente em nossa vida, em nossa essência, em nossa alma, em nosso comportamento. Cada parte do fruto precisa ser conhecido e reconhecido para que se saiba se estamos ou não em posse deles. 

Uma grande parte dos que frequentam conosco uma das igrejas de Cristo estão piamente convictas de que estão em posse do fruto do Espírito, e tem rejeitado as obras da carne, mas na verdade estão em posse das obras da carne e tem rejeitado o fruto do Espírito. Estão vivendo uma fábula, um conto de fadas, uma fantasia que será destruída quando chegar aquele dia em que havemos de nos apresentar diante do Senhor Jesus, em seu tribunal. 

“Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus. Muitos me dirão naquele dia: Senhor, Senhor, não profetizamos nós em teu nome? e em teu nome não expulsamos demônios? e em teu nome não fizemos muitas maravilhas? E então lhes direi abertamente: Nunca vos conheci; apartai-vos de mim, vós que praticais a iniquidade.” 

Mateus 7:21-23 

“E quando o Filho do homem vier em sua glória, e todos os santos anjos com ele, então se assentará no trono da sua glória; E todas as nações serão reunidas diante dele, e apartará uns dos outros, como o pastor aparta dos bodes as ovelhas; E porá as ovelhas à sua direita, mas os bodes à esquerda. Então dirá o Rei aos que estiverem à sua direita: Vinde, benditos de meu Pai, possuí por herança o reino que vos está preparado desde a fundação do mundo; Porque tive fome, e destes-me de comer; tive sede, e destes-me de beber; era estrangeiro, e hospedastes-me; Estava nu, e vestistes-me; adoeci, e visitastes-me; estive na prisão, e fostes ver-me. Então os justos lhe responderão, dizendo: Senhor, quando te vimos com fome, e te demos de comer? ou com sede, e te demos de beber? E quando te vimos estrangeiro, e te hospedamos? ou nu, e te vestimos? E quando te vimos enfermo, ou na prisão, e fomos ver-te? E, respondendo o Rei, lhes dirá: Em verdade vos digo que quando o fizestes a um destes meus pequeninos irmãos, a mim o fizestes. Então dirá também aos que estiverem à sua esquerda: Apartai-vos de mim, malditos, para o fogo eterno, preparado para o diabo e seus anjos; Porque tive fome, e não me destes de comer; tive sede, e não me destes de beber; Sendo estrangeiro, não me recolhestes; estando nu, não me vestistes; e enfermo, e na prisão, não me visitastes. Então eles também lhe responderão, dizendo: Senhor, quando te vimos com fome, ou com sede, ou estrangeiro, ou nu, ou enfermo, ou na prisão, e não te servimos? Então lhes responderá, dizendo: Em verdade vos digo que, quando a um destes pequeninos o não fizestes, não o fizestes a mim. E irão estes para o tormento eterno, mas os justos para a vida eterna.” Mateus 25:31-46 

Consegue perceber a surpresa naqueles que serão apartados à esquerda de Jesus? Eles ficarão admirados e espantados ao serem comunicados de que não estavam salvos. A vida toda eles viveram na fantasia do auto-engano. Não basta estarmos na igreja, e estarmos pregando a palavra ou ministrando o louvor para "garantir uma vaga na glória". É preciso dar frutos, pois quem tem o Espírito de Deus dentro de si precisa frutificar tal como o galho enxertado na videira. (João 15; Rom.11) 

O fruto do Espírito não é uma escolha para o cristão. Não é ele que decide se deve ou não exprimir esse fruto. Caso seja incapaz de dar frutos, o cristão será arrancado fora do galho. 

“Se alguém não estiver em mim, será lançado fora, como a vara, e secará; e os colhem e lançam no fogo, e ardem.”

João 15:6 

Por oportuno e necessário entendo por bem fazer distinção entre o fruto do Espírito e os frutos da obra. O fruto do Espírito é o descrito no texto estudado. Os frutos da obra são as almas que receberam as palavras do Senhor. Esses frutos não são prova e nem são concomitantes ao fruto do Espírito. Não é porque uma pregação faz almas se converterem que faz o pregador poder afirmar que está em posse do fruto do Espírito. Não é o galho que faz o fruto aparecer. O fruto é consequência de uma série de processos químicos, climáticos, ambientais e biológicos, que podem ser transpostos em unção e comunhão do Espírito Santo de Deus, comunhão com os irmãos e leitura e crescimento no conhecimento da Bíblia.
Então, vamos estudar, cada dia uma parte desse fruto, para que possamos conhecer um pouco mais de Deus e nos converter para o alvo, dia após dia.
Fonte de pesquisa: http://loveofdeus.blogspot.com.br/2012/04/o-fruto-do-espirito-introducao.html

DESEJO À VOCÊ!

Que… “Chuvas de Bênçãos sejam derramadas abundantemente sobre ti e tua Casa“… Que… a Unção de DEUS seja como um bálsamo a envolver tua vida e te Ungir Completamente pela Glória de DEUS“… Que… “DEUS faça prosperar tudo aquilo que vier até tuas mãos, e que de uma semente cresçam milhares de árvores Frutíferas“… Que… “Todas as Promessas de DEUS sejam uma Coroa de Vitória e Vida para você como Prova da Fidelidade do teu DEUS, acerca de tudo o que Ele Fala e Cumpre“… Que… “Rios de águas Vivas corram dentro de tí, purificando, e levando tudo aquilo o que não é de DEUS“. Que…“A Glória de DEUS repouse sobre sua vida…Amém ...